ARQUITETURA DE ILUMINAÇÃO ************* http://www.angelaabdalla.com.br/ *********** PROJETOS LUMINOTÉCNICOS

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Iluminação de Salão de Beleza

Tenho observado que este tema é muito procurado, haja vista a multiplicação acelerada deste ramo de negócio em todo Brasil. Por isso resolvi transcrever esta matéria muito esclarecedora sobre o assunto, publicada na revista L+D em 2006,mas totalmente atual.


LA BELA LUZ
"Ouve a declaração,oh bela,de um sonhador titã.Não brilharia a estrela,oh bela,sem noite por detrás.Oh bela,gera a primavera,aciona o teu condão".A composição "A bela e a fera",de Edu Lobo e Chico Buarque,aí está para ilustrar uma máxima constatada por profissionais de diversas áreas:a luz embeleza.Saber utilizar a iluminação artificial e,por que não,a natural pode tornar os ambientes e as pessoas mais bonitos,agradáveis,confortáveis e primorosos.
Um lugar que desperta esse sentimento do belo são os salões de beleza.Trata-se de um local no qual a beleza do ser humano é cultuada,priorizada e valorizada.Dessa forma,como citado,uma das ferramentas para valorizar as pessoas e a arquitetura desses ambientes é a iluminação.

Para que a luz realce a beleza das formas criadas pelo homem-a arquitetura-e destaque a beleza das pessoas,um projeto luminotécnico deve ter como parâmetro a luz solar.O sol é a maior fonte de energia luminosa conhecida pelo ser humano desde o princípio da evolução,observado por Charles Darwin.Essa luz permite ao homem ver diferentes amplitudes de ondas,ou seja, diversas imagens coloridas.Assim, a cor de tudo que observamos relaciona-se com a cor da luz emitida pelo sol.Mesmo que a cor da luz do sol mude,conforme o horário do dia,é ela que reflete as cores no seu estado mais natural possível. Dessa maneira,o lighting designer,ao iluminar um local e,principalmente,as pessoas,geralmente se baseia nessa luz "pura",por possuir a melhor reprodução de cores possível.Esse é o fundamental e indispensável segredo que proporciona o bem-estar dos profissionais dos salões de beleza,garante o conforto para os clientes e a valorização do belo.
Para o lighting designer Gilberto Franco,a luz correta devolve e intensifica a beleza das pessoas."Por outro lado,a luz errada pode tornar as pessoas feias".Uma má iluminação pode, por exemplo, prejudicar uma tintura,uma maquiagem,um penteado,seja pela formação de sombras indesejadas, quando a fonte de luz vem de uma única direção;seja pela má reprodução das cores da pele,tornando-a acinzentada,um efeito usual provocado por lâmpadas fluorescentes de má qualidade;seja pelo excesso de brilho causado quando a luz vem de frente,uma situação comum observada em filmagens.Dessa forma,a iluminação de um salão de beleza não é tão simples quanto pode parecer.

No caso das feições humanas,é muito importante a presença de fontes de luz predominantemente verticais,para iluminar o rosto de forma homogênea,evitando sombras."É por essa razão que abajures são confortáveis em salas de estar,pois a superfície vertical luminosa e em tonalidade quente da cúpula realça a cor natural da pele,sem provocar sombras",revela Franco.São preferíveis fontes de iluminação difusa e em posição vertical,sempre com excelente índice de reprodução de cores para que o cliente e o profissional que o embeleza vejam refletida no espelho uma imagem sem distorções de cores e formas.Mesmo assim, é preciso ter cuidado com a luz plana,também chamada de "chapada"."Se iluminarmos uma flor fina e suave apenas pela frente,ela ficará chapada.Porém,se inserirmos uma iluminação lateral,sua cor será mais branda e sua forma será mais visível",explica o designer de luminárias Barthô.Principalmente em razão da textura das peles e das unhas e do volume dos cabelos,escolhe-se uma iluminação para mostrar a profundidade dessas partes do corpo humano e a tridimensionalidade ao serem observadas no espelho.

A luz é o princípio para não deixar,por exemplo,uma pessoa pálida,para fornecer um aspecto saudável e criar um contexto ao ambiente.
Para proporcionar uma aspecto dourado(mais quente) ou azulado(mais frio)ao ambiente,escolhe-se a temperatura de cor da lâmpada ou dos filtros.Como os salões de beleza devem valorizar a natureza humana,evidentemente a temperatura de cor tende a ser quente,para as pessoas conservarem um aspecto saudável.Com a luz azulada,elas poderiam aparentar abatidas - o que não significa que não se pode usar luz colorida em um caso como esse.Tudo é permitido quando se usa bom senso e há harmonia com o projeto e o partido arquitetônico.
De acordo com Gilberto Franco,quando se pretende destacar a beleza de pessoas com a iluminação,é importante observar a iluminação vertical(como já citado),a tonalidade das lâmpadas em torno de 3000K,sua reprodução de cores e a difusão da luz, e inserir no mínimo duas fontes de luz para contrabalançar as sombras.Tanto para homens e mulheres,esses cuidados com a iluminação devem ser os mesmos.

Resumindo, a luz para ressaltar a beleza das pessoas deve ser proveniente de diversos pontos e possuir alta reprodução de cores.Nos outros locais dos salões de beleza,é preciso uma luz contínua,geralmente oriunda de lâmpadas fluorescentes.Essa iluminação contínua não influencia diretamente o ambiente,mas possibilita a circulação sem o perigo de esbarrar em algum objeto e não causa grande contraste de iluminação dos locais de trabalho dos profissionais para os lugares de circulação e estar.
Outra importante ferramenta da iluminação e da beleza são as luminárias.Elas precisam estar em harmonia com o ambiente.Elas precisam se integrar ao ambiente,isto é,destacar a beleza do local e ser útil para quem está nos lugares em que elas estão.Se é o estado do belo que se que atingir,é importante investir em design e optar por luminárias com formas e funcionamento difernciados.
*********************************************************************************************
Algumas observações feitas pelo fotógrafo Danilo Russo podem se enquadrar na iluminação de salões de beleza,principalmente na área de maquilagem,corte,coloração e hidratação de cabelos:


  • A luz propaga-se em linha reta e pode iluminar um objeto de qualquer posição no plano horizontal e vertical;
  • As combinações possíveis da direção da luz influenciam a visibilidade do indivíduo e o efeito psicológico da imagem criada;
  • Luz frontal:é a direção que dá maior visibilidade ao indivíduo inteiro,cria poucas sombras e não valoriza a textura;
  • Luz de 45 graus:esta posição de luz cria uma sombra discreta,que acentua o efeito tridimensional do indivíduo e evidencia a textura;
  • Lateral de 90 graus:evidencia só um lado do indivíduo enquanto o outro fica escuro;
  • Contraluz:esta direção evidencia o contorno do indivíduo;
  • De cima:é a direção da luz natural,por ser a direção do sol.As imagens produzidas com a iluminação vinda de cima tem um aspecto mais natural;
  • De baixo:as sombras projetadas por essa luz geralmente deformam o indivíduo,pois a posição da sombra projetada não é interpretada de forma natural para nós. Cria efeito dramático e surrealista.




Fonte: Revista L+D por Isis Diniz (íntegra ed.07)
Imagens: Salão Studio W/Lighting Designer:Franco&Fortes (01 e 03)
Salão Studio W/Lighting Designer:Guinter Parschalk (04)
Salão MG Hair Design/Lighting Designer:Esther Stiller (05)
Salão Vimax/Lighting Designer:Jomar de Mello (06 e 07)

Nenhum comentário:

Postar um comentário